“Qualquer música”, Fernando Pessoa por Myriam Brindeiro

00 fp

 

Qualquer música

Fernando Pessoa

Qualquer música, ah, qualquer
Logo que me tire da alma
Esta incerteza que quer
Qualquer impossível calma!

Qualquer música – guitarra,
Viola, harmônio, realejo…
Um canto se desgarra…
Um sonho em que nada vejo…

Qualquer coisa que não vida!
Jota, fado, a confusão
Da última dança vivida…
Que eu não sinta o coração!

FICHA TÉCNICA Poema “Qualquer música” de Fernando Pessoa. Faixa 11, do CD Li Sons de Poesias 4
Myriam Brindeiro – composições musicais e voz José Gomes – partituras para piano Antônio Guedes – violões, nylon, aço teclados, percussão, guitarra com efeitos, contrabaixo, bandolim Danilo Loureiro – técnica, mixagem e concepção de arranjos Produção musical – Antônio Guedes Produção executiva – Myriam Brindeiro
Gravação: Estúdios MVV (Ministério Valorizando Vidas) Nino Loureiro (Tel.: 81 98526.2572)

A CHUVA CAI SOBRE O RECIFE. Mauro Mota por Myriam Brindeiro

Um dos mais belos poemas de Mauro Mota, por Myriam Brindeiro.

mauro mota3

 

Asssita ao vídeo. Clique no play abaixo:

 

 

A CHUVA CAI SOBRE O RECIFE

A chuva cai sobre o Recife devagar,
banha o Recife, apaga a lua, lava a /noite, molha o rio,/
e a madrugada neste bar.//
A chuva cai sobre o Recife devagar./
A chuva cai sobre os telhados das casinhas de subúrbio,/
canta berceuses a doce chuva. É a voz das mães
que estão no canto de onde a chuva agora veio./
A chuva cai, desce das torres das igrejas do Recife,/
corre nas ruas, e nestas ruas, ainda há pouco tão vazias,
agora passam, de capote, transeuntes/
do tempo longe, esses fantasmas de mãos frias.//

 

CD Li Sons de Poesia 2
Myriam Brindeiro – composições musicais e voz

José Gomes – partituras para piano

Antônio Guedes – violões, nylon, aço, teclados, percussão, guitarra com efeitos

Niro Loureiro – técnica, mixagem

Produção musical – Antônio Guedes

Produção executiva – Myriam Brindeiro

O Sol, de Cristina Aragão por Myriam Brindeiro

oetas das Edições Pirata (década de 1970/1980) Continuo nessa missão de resgatar as poesias musicadas
por mim, do grupo das Edições Pirata, iniciada no CD 3.

 

sol

 

O SOL

O Sol quando vai nascendo
Parece que sai do mar
O mundo vai colorindo
Fazendo a água brilhar

Cada raio é um pincel
Pela areia a lambuzar
Sua tinta cor de mel
E dourado pelo ar

Essa bola incandescente
Pendurada no infinito
Dá vida à vida da gente
Deixa tudo mais bonito

FICHA TÉCNICA

Cristina Aragão – letra
Myriam Brindeiro – composições musicais e voz
José Gomes – partituras para piano
Antônio Guedes – violões, nylon, aço teclados, percussão, guitarra com efeitos, contrabaixo, bandolim
Danilo Loureiro – técnica, mixagem e concepção de arranjos
Produção musical – Antônio Guedes
Producão executiva – Myriam Brindeiro

Gravação: Estúdios MVV (Ministério Valorizando Vidas)
Nino Loureiro (Tel: 81 98526.2572)

Poetas das Edições Pirata
(década de 1970/1980)
Continuo nessa missão de resgatar as poesias musicadas por mim, do grupo das Edições Pirata, iniciada no CD 3. Resolvi divulgar as letras, embora dê muito trabalho conseguir tudo. Inclui também mais três letras, duas de Fernando Pessoa e uma de Cristina Aragão, num total de treze músicas. Myriam Brindeiro

 

 

 

 Page 1 of 17  1  2  3  4  5 » ...  Last »