LUTO. Homenagem de Myriam Brindeiro ao poeta Jaci Bezerra

Jaci Bezerra

Jaci Bezerra

LUTO. Comovida, informo que morreu nesta data 10 de dezembro de 2020, o poeta Jaci Bezerra. Grande amigo, grande poeta.

01. Um dia Capitão, contarei essa história – Jaci Bezerra

02. A lavra da vida – Jaci Bezerra

 

UM DIA, CAPITÃO, CONTAREI ESSA HISTÓRIA

Um dia, Capitão, contarei essa história
a quem, distante ou perto, afagar minha mão.
E sempre nova será, nos cofres da memória,
porque uma certeza terei, e terás tu, então:
todos os portos podem ser saqueados,
só não pode ser saqueado o porto do coração.

Em que livro e em que língua será ela escrita?
Hoje, os que são mais céticos, de nós indagarão.
E o que responderei, se, além das coisas ditas,
uma certeza terás, e terei eu, então:
todos os portos podem ser saqueados,
só não pode ser saqueado o porto do coração.

Onde andarei? Onde andarás? Assim, nessa incerteza,
os que bem não nos conhecem nos interrogarão.
E o vento, só o vento, pelas praias acesas
soprará, como nós, as letras de um refrão:
todos os portos podem ser saqueados,
só não pode ser saqueado o porto do coração.

Um dia não serei mais o sonho que hoje sonho,
serei só um poema e uma impossível canção,
mas tudo quanto for de poesia ou sonho
continuará repetindo, meu velho Capitão:
todos os portos podem ser saqueados,
só não pode ser saqueado o porto do coração.

(In Poemas de Jaci Bezerra, p. 37-38 – O poema foi entregue originalmente a Alberto Vasconcelos e musicado por Myriam Brindeiro logo após)

Li Sons de Poesias 3No CD, Li Sons de Poesia 3, Myriam Brindeiro faz uma homenagem  (16 músicas) a alguns amigos poetas (11 ao todo, sendo 5 falecidos): Jaci Bezerra, Alberto da Cunha Melo, Eugênia Menezes, Sérgio Bernardo, Celina de Holanda, Maximiano Campos, Geraldo Costa Cavalcanti, Paulo Gustavo, Maria da Paz Ribeiro Dantas, Vernaide Wanderley, Arnaldo Tobias

“Canto dos Emigrantes”: Homenagem a Isabel de Andrade Moliterno

isabelmyriamHomenagem que faço à professora e pesquisadora Isabel de Andrade Moliterno, que emigrou  em 21 de junho de 2020, em S. Paulo. Estou na foto com ela, que foi palestrante no lançamento do livro “Cantos de Contar”, de Alberto da Cunha Melo, em Recife, Centro Cultural dos Correios, 04 de setembro de 2012.

Que as bênçãos e a misericórdia de Deus estejam com Isabel em sua nova morada.

04. Canto dos Emigrantes – Alberto da Cunha Melo

Li Sons de Poesias 3No CD Li Sons de Poesias 3, Myriam Brindeiro faz uma homenagem (16 músicas) a alguns amigos poetas (11 ao todo, sendo 5 falecidos): Jaci Bezerra, Alberto da Cunha Melo, Eugênia Menezes, Sérgio Bernardo, Celina de Holanda, Maximiano Campos, Geraldo Costa Cavalcanti, Paulo Gustavo, Maria da Paz Ribeiro Dantas, Vernaide Wanderley, Arnaldo Tobias

 Page 2 of 4 « 1  2  3  4 »