Canto de Natal! Manuel Bandeira por Myriam Brindeiro (vídeo)

 

O VÍDEO

Meus votos de um Feliz Natal para o mundo inteiro!

Canto de Natal! Manuel Bandeira por Myriam Brindeiro

Manuel Bandeira

O nosso menino
Nasceu em Belém
Nasceu tão somente
Para querer bem

Nasceu sobre as palhas
O nosso menino
Mas a mãe sabia
Que ele era divino

Vem para sofrer
A morte na cruz
O nosso menino
O nome é Jesus

Por nós ele aceita
o humano destino
louvemos a glória
de Jesus Menino.

natal

 

LUTO. Homenagem de Myriam Brindeiro ao poeta Jaci Bezerra

Jaci Bezerra

Jaci Bezerra

LUTO. Comovida, informo que morreu nesta data 10 de dezembro de 2020, o poeta Jaci Bezerra. Grande amigo, grande poeta.

01. Um dia Capitão, contarei essa história – Jaci Bezerra

02. A lavra da vida – Jaci Bezerra

 

UM DIA, CAPITÃO, CONTAREI ESSA HISTÓRIA

Um dia, Capitão, contarei essa história
a quem, distante ou perto, afagar minha mão.
E sempre nova será, nos cofres da memória,
porque uma certeza terei, e terás tu, então:
todos os portos podem ser saqueados,
só não pode ser saqueado o porto do coração.

Em que livro e em que língua será ela escrita?
Hoje, os que são mais céticos, de nós indagarão.
E o que responderei, se, além das coisas ditas,
uma certeza terás, e terei eu, então:
todos os portos podem ser saqueados,
só não pode ser saqueado o porto do coração.

Onde andarei? Onde andarás? Assim, nessa incerteza,
os que bem não nos conhecem nos interrogarão.
E o vento, só o vento, pelas praias acesas
soprará, como nós, as letras de um refrão:
todos os portos podem ser saqueados,
só não pode ser saqueado o porto do coração.

Um dia não serei mais o sonho que hoje sonho,
serei só um poema e uma impossível canção,
mas tudo quanto for de poesia ou sonho
continuará repetindo, meu velho Capitão:
todos os portos podem ser saqueados,
só não pode ser saqueado o porto do coração.

(In Poemas de Jaci Bezerra, p. 37-38 – O poema foi entregue originalmente a Alberto Vasconcelos e musicado por Myriam Brindeiro logo após)

Li Sons de Poesias 3No CD, Li Sons de Poesia 3, Myriam Brindeiro faz uma homenagem  (16 músicas) a alguns amigos poetas (11 ao todo, sendo 5 falecidos): Jaci Bezerra, Alberto da Cunha Melo, Eugênia Menezes, Sérgio Bernardo, Celina de Holanda, Maximiano Campos, Geraldo Costa Cavalcanti, Paulo Gustavo, Maria da Paz Ribeiro Dantas, Vernaide Wanderley, Arnaldo Tobias